Conferência Anual ASFAC 2017

23 Outubro 2017

Desafios e oportunidades das Fintech no crédito especializado em debate na conferência anual da ASFAC

 

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças, encerrou esta manhã a conferência anual da Associação de Instituições do Crédito Especializado, ASFAC, que decorreu no ISEG, em Lisboa.

O governante defendeu que “o setor bancário encontra-se hoje estabilizado e, por isso, em melhores condições para tirar partido da inovação tecnológica, para aumentar a sua eficiência e a segurança na prestação de serviços”. Mourinho Félix disse ainda esperar que este evento permita um “encontro do setor bancário e das empresas financeiras com as fintech e com empresas startup numa reflexão que se espera o mais produtiva possível sobre o futuro do setor financeiro”.

Por parte do Banco de Portugal, Hélder Rosalino, administrador deste orgão de regulação, um dos oradores, destacou o crescimento em 50% das fintech ligadas à área financeira na Europa. Uma revolução tecnológica que vai ganhar ainda mais dimensão quando a geração dos Millennials chegar às empresas, lembrou o responsável. Hélder Rosalino falou também da necessidade de regulamentar esta área a nível europeu.

António Menezes Rodrigues, presidente da ASFAC, abriu a sessão com um discurso virado para o futuro, alertando para os benefícios e para os perigos desta nova realidade que vai mudar a relação que os cidadãos têm com o dinheiro. O responsável da ASFAC sublinhou ainda a importância dos associados se adaptarem às novas tecnologias que vão surgindo na área financeira.