Search Here 
Português Inglês
Sala de Imprensa
Indicadores de Actividade do 2.º Trimestre de 2010

Financiamento a fornecedores
eleva concessão de crédito em 15%

Lisboa, 12 de Agosto de 2010 – As Associadas da ASFAC - Associação de Instituições de Crédito Especializado - concederam, durante o segundo trimestre de 2010, um total de 1.276 milhões de euros em crédito, o que representa um acréscimo de cerca de 15 pontos percentuais face ao período homólogo.

Este resultado foi impulsionado pelo aumento do crédito stock, em 46,9 por cento, que compensou a diminuição do crédito concedido a particulares, tanto em crédito clássico (queda de 4,1 por cento) como em crédito “revolving” (diminuição em 25,1 por cento). De salientar que o crédito stock representa já 53 por cento do total de crédito concedido, tendo representado, no final de 2009, cerca de 42 pontos percentuais.

Entre Abril e Junho deste ano, o montante concedido em crédito clássico cifrou-se nos 499 milhões de euros (valor 3,5 por cento inferior ao verificado no trimestre homólogo, mas em linha com o primeiro trimestre deste ano), sendo 91,8 por cento destinado a particulares (crédito ao consumo) e 8,2 por cento a empresas.

Em relação ao destino dos valores concedidos no crédito clássico, 77,3 por cento destinaram-se à aquisição de meios de transporte, 13,4 por cento à aquisição de artigos para o lar e 8,5 por cento a crédito pessoal.

Estes tipos de crédito viram reduzidos, neste trimestre, os montantes concedidos face ao período homólogo, destacando-se o financiamento para aquisição de produtos para o lar, que desceu 10,2 pontos percentuais. O crédito para meios de transporte apresenta uma pequena redução de 1,1 por cento face ao segundo trimestre de 2009, cifrando-se em montantes semelhantes aos do primeiro trimestre deste ano. Também o crédito pessoal apresentou uma descida de 2,6 pontos percentuais. Todos os outros tipos de financiamento apresentaram reduções maiores, no entanto, representam valores residuais face total do crédito clássico.

Durante o segundo trimestre de 2010 celebraram-se 100.913 contratos de crédito clássico, 97,4 por cento dos quais com particulares. Em média, durante este período, cada contrato de crédito ao consumo foi de 4.944 euros, valor 14,9 por cento superior ao mesmo trimestre de 2009. Este aumento do valor médio dos contratos resulta da quebra do crédito lar e do crédito pessoal, face ao crédito para compra de meios de transporte. Já o valor médio dos contratos celebrados com empresas cifrou-se nos 15.575 euros, o que representa uma redução de 4,6 por cento face ao ano de 2009.

 

 Indicadores 2º Semestre

 

Crédito Revolving – Caracteriza-se pela existência de planos flexíveis de amortização da dívida, bem como pela existência de um “plafond” de crédito, que poderá estar, ou não, totalmente utilizado (atribuído antes da aquisição do bem ou serviço). Exs: cartões de crédito e abertura de crédito em conta corrente.

Crédito Clássico – Financiamentos de bens ou de serviços em que a aquisição é efectuada por um consumidor final e cujo crédito tem um plano de amortização rígido e pré-definido, nele se incluindo o crédito concedido a particulares – crédito ao consumo – e o crédito concedido a empresas.

Crédito Stock (Fornecedores) – Financiamento de bens em que a aquisição é efectuada por pessoa jurídica que tem como objectivo a revenda.
 

 Para fazer o download deste documento, clique aqui (PDF, 194Kb)

 


Voltar / Back



Acessibilidade
Site suportado por Site Dinâmico
ASFAC © 2006 - Todos os Direitos Reservados